terça-feira, 11 de setembro de 2007

Rua Pouso Alegre, 404. floresta








O grupo Kaza Vazia já realizou duas visitas à casa da Rua Pouso Alegre, entrando em contato com o proprietário, Sr. Carlos e iniciando o processo de atuação. O espaço está sendo reconecido e vivenciado e provavelmente será ocupado. Alguns integrantes do grupo fizeram registros fotográficos do espaço.


recorte da fachada da casa
na rua pouso alegre 404

O ensaio agora apresentado é resultado da primeira visita à casa, realizada no dia 27 de abril de 2007. Um aspecto interessante a ser observado nas fotografias é a relação com os horários em que as visitas são feitas. Até então conhecemos o local durante a parte da manhã, sol de quase meio-dia.

vista geral da fachada da casa da
rua pouso alegre

plantas brotam do teclado da casa.


.rua pouso alegre, esquina com rua artur lobo. 404. floresta.
.abril/maio.2007.


KAZA V - Rua Leonídia Leite, 68














Clique nesse link para conhecer a Kaza V, [set/2007], e também os artistas residentes/participantes:
::::::::::::::::::::::::::::::::

http://ruadonaleonidialeite68.blogspot.com/





domingo, 15 de abril de 2007

Kaza 4 - conjunto habitacional IAPI

A 4ª edição da Kaza Vazia, foi realizada a partir do convite de Patrícia Almeida e Raíssa Machado, a princípio, numa proposta de ocupar um apartamento em construção.

Ao longo do processo de ocupação, as duas anfitriãs acabaram favorecendo um ambiente de desvelamento de possibilidades ilimitadas, frente a visitas de conhecimento do local.

A cada reunião, novas experiências eram proporcionadas em um lugar intensamente complexo, rico, diversificado, compartimentalizado e absolutamente amplo.

No seu conjunto de prédios, uma ponte que liga a outro prédio, proporcionando um passeio em altura pela conjunto habitacional, formatando um mapa aéreo de centros habitacionais com a mesma planta, apesar de profundamente diferentes visualmente, olfativamente, auditivamente etc.

O processo de discussão e elaboração da proposta de ocupação foi bastante intenso, perpassando por diversos planos e sendo direcionados ora por uma forma de atuação, ora por outra. Chegou-se a reunir um dossiê de propostas de atuação nos centros de convivência, na faixada dos prédios, nas quadras e demais espaços para ser apresentada para os moradores e para a Regional Cultural responsável pelos assuntos locais.

No final do processo, contando com alguns dos partipantes, foi realizado o Projeto Carta Social, ou a Ação Cartas, onde se reuniu com moradores, crianças e adultos com o objetivo de fomentar as trocas entre as cartas com selo de um centavo.





algumas imagens>>






















:::Projeto Cartas::::











Kaza 3 - Ed. Maletta

A convite de Bráulio Stalker, a Kaza Vazia, em associação com outros coletivos, ocupou duas salas do Efício Maletta, no Centro de Belo Horizonte.

Foram feitas diversas intervenções, performances, assim como oficinas e a feira de gravuras.


Vídeos de Drica Veloso, disponíveis na web:

Feira de gravuras:
http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=2011

Extensões possíveis:
http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=2009

Como comer pipoca uma a uma:
http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=2006

Instruções para 1 retrato:
http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=2005

Imagens da slj 74:
http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=2004

Mais imagens da 74:
http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=2000

Propaganda apolitica:
http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=2002


Algumas imagens>>>






* "Mensagens" - feira de gravuras

* "projeção" - MezaVazia com a Profa. Cacau (Maria do Carmo Freitas Veneroso, EBA/UFMG)

* "Palitos e balde" - da oficina "Como comer pipoca uma por uma" de Aline Midori

Kaza II - a Kaza de asas

em frente à lagoa, ao lado do Promove

algumas poucas imagens>>































sábado, 14 de abril de 2007

Kaza Vazia I: em frente ao Amilcar, ao lado do MAP





A Kaza Vazia é um coletivo de artistas independentes que surgiu num objetivo de atuar em espaços abandonados, esquecidos ou desabitados. O grupo nasceu em Belo Horizonte no ano de 2005 a partir de discussões sobre espaços expositivos, convencionais ou alternativos. Pondo em discussão os critérios curatoriais de galerias ou salões de arte, a Kaza Vazia em suas intervenções propunha que cada artista fosse o seu curador. Durante os períodicos encontros que o grupo fez, antes do período de abertura para o público, os trabalhos, o espaço e a postura do grupo foram insistemente discutidos.
Fugindo de possíveis rótulos, o grupo agia de maneira anárquica, misturando linguagens "tradicionais" com intervenções de caráter ambiental, performático, gambiarrístico etc.


algumas imagens>>

















RUA LEONÍDIA LEITE, Nº 68, BAIRRO FLORESTA

Kazeiros reunidos para uma possivel ocupação, 02 de maio de 2007

Casa Desocupada - Pouso Alegre 404,Floresta - Belo Horizonte / Brasil